Explore o universo CS:GO no Blog da NeshaStore! Fique por dentro das novidades sobre Skins, Facas, Luvas, Coleções, Caixas, Stickers, Grafites, Músicas e muito mais.

Um país campeão no CS:GO

Um País Campeão no CSGO


Amor, determinação, foco e muita luta. O caminho de uma equipe campeã mundial!

Independente de onde você veio ou como chegou lá, ser campeão mundial é um feito absurdo. Quantas pessoas podem dizer que são ou foram os melhores do mundo no que fazem? Pouquíssimas! E fazer parte desse grupo seleto é quase que o objetivo incontestável de qualquer competidor de alto nível.
Para os brasileiros da LG/SK o caminho foi mais árduo que o normal, o que torna a honraria um pouco mais especial. Para eles serem campeões mundiais dentro do servidor, tiveram, antes de tudo, quer ser campeões na vida.



Por que tão especial?

10000 best Rising images on Pholder | Earth Porn, Dragonball Legends and  Interestingasfuck
FNX comemorando o seu primeiro título mundial no CSGO

Para falarmos sobre o título, temos que ir um pouco atrás no tempo. O Brasil já havia sido uma das maiores forças do Counter-Strike no mundo, entretanto, não vencia um título de nível mundial desde a vitória da MIBR na ESWC 2006. Foram quase 10 anos de seca entre 2 de julho de 2006 até 3 de abril de 2016, e durante esse período o cenário, tanto brasileiro quanto mundial de Counter-Strike, tinha implodido. Torneios, patrocinadores, e visibilidade eram cada vez mais difíceis de se obter, o que resultava em cada vez menos recursos para jogadores e organizações que, aos poucos, estavam desistindo do jogo.

Entretanto, com a chegada do CSGO o cenário mundial voltou a crescer, mas por aqui as coisas demoraram a acontecer, o que deixou outras regiões se desenvolverem muito mais rápido que o Brasil. Após a participação de brasileiros em alguns torneios internacionais   — incluindo um Major — , tornou-se visível a necessidade de morar no exterior para poder jogar constantemente com algumas das melhores equipes do mundo e, consequentemente, poder vencê-las.

A formação de um time campeão

Luminosity Gaming
Luminosity Gaming


Com grande desempenho dos brasileiros nos torneios internacionais que haviam disputado, a equipe da Keyd Stars apostou na ida da equipe tupiniquim para solo norte americano. Não demorou muito para que outras organizações se interessassem pelos brasileiros e, em pouco tempo, o quinteto mudou de casa. Com a mudança para a Luminosity Gaming e a chegada de Marcelo “coldzera” David, os brasileiros conseguiram bons resultados, chegando a duas quartas de finais de Majors e acumulando boas colocações em outros torneios, mas ainda faltava algo para serem campeões.

Então foi tomada a decisão de fazer mudanças na equipe. Foram realizadas as trocas de “boltz” e “steel” por “TACO” e “fnx“. Com essas mudanças, o time ficou composto por:  Gabriel “Fallen” Toledo, Fernando “Fer” Alvarenga, Marcelo “coldzera” David, Epitácio “TACO” de Melo e Lincoln “fnx” Lau. 

Tão deixando a gente sonhar…

Luminosity campeã do Major
Primeiro titulo mundial do Brasil no CS:GO


Acumulando 3 vice-campeonatos de grande nível, a equipe da Luminosity foi para o Major da MLG Columbus 2016 sem ainda ter conseguido vencer um título sequer, apesar das boas atuações. E embora fosse considerada uma equipe para se ficar de olho, não era uma das favoritas para o torneio.
No grupo A, a Luminosity venceu sem dificuldades os seus adversários, passando de fase. Nas quartas-de-final, enfrentando a Virtus.Pro, a Luminosity soube sofrer, saiu atrás no placar — o único mapa perdido em todo torneio —  mas com atuações de destaque de “fnx” e “coldzera”, os brasileiros conseguiram virar a série e vencer por 2 mapas a 1.

Na semifinal, a história foi feita. Enfrentando a Team Liquid e mais uma vez —  como aconteceu constantemente durante todo o torneio —  atrás no placar, perdendo por 15-9, “coldzera” protagonizou uma das maiores jogadas de todos os tempos do Counter-Strike, o que rendeu não somente o round para a LG como também a virada na prorrogação. E foi aqui, mais do que nunca, que o sonho do campeonato mundial se tornou realidade! Após isso, a Luminosity venceu o segundo mapa em outra prorrogação e foi para a grande final.

Na grande final, eles enfrentaram o seu principal rival, a Na’Vi. Com inúmeras derrotas acumuladas contra a equipe russa, no primeiro mapa começaram tomando um 11-4. Em outro momento, poderia parecer que o torneio já estava decidido. Mas não agora.

anuncio - kits tematicos confira nossos kits e faça sua escolha

Era cristalino como água a confiança, o poder de reação e a vontade da equipe brasileira. Eles cometeram o crime! Em mais uma prorrogação – o que já parecia a especialidade deles —  venceram o primeiro mapa por 19-17. No segundo mapa simplesmente entraram para a partida com um triplex montado na cabeça da equipe russa, que estava mentalmente abalada. E os brasileiros só fizeram aproveitar, 16-2, levando o troféu e o título de campeões mundiais.

Conquistamos o mundo de novo!

SK campeã do Major
SK campeã da ESL Cologne 2016


Três meses haviam se passado desde o Major anterior e muita coisa tinha mudado. De casa nova, os jogadores foram contratados pela organização da SK Gaming e passaram de “coadjuvantes de luxo” para favoritos na ESL One Cologne 2016. Mas apesar de tudo ser diferente, a essência de campeão da equipe era a mesma de sempre!

Na fase de grupos, a SK Gaming —  antiga Luminosity —  passou pelos seus adversários com facilidade. Classificando mais uma vez como líder do grupo, o adversário das quartas de final foi a FlipSid3. Com uma vitória de 2-0 em mapas, a equipe tupiniquim passou para a semifinal sem grande dificuldade, apesar do susto no segundo mapa da série.

Na semifinal, mais uma vez a Virtus.Pro, e, de novo, uma série super pegada. Após perder o primeiro mapa na prorrogação para os poloneses da VP, mais uma vez o coldzera apareceu para salvar o dia. Imparável, foi o grande diferencial da série para que a SK não somente vencesse os 2 mapas seguintes, mas vencesse com certa facilidade: 16-5 e 16-12.

Sabe aquela mística que tem em time grande? “Se deixar chegar…”, é exatamente o que aconteceu com a SK Gaming. Chegando na final, foi só lazer. Enfrentando o time da Liquid, que havia a poucos meses atrás perdido uma semifinal de Major para este mesmo quinteto, e que outra vez não foram páreos para os brasileiros. 

Uma final em 2 mapas a 0, super controlado pela SK e mais uma vez com uma atuação de gala do Coldzera —  Atuação, essa, que somada a algumas outras renderia o título de melhor jogador do mundo para o brasileiro. Bicampeões mundiais, com dois títulos consecutivos, naquele momento, nós brasileiros, tínhamos incontestavelmente o melhor Counter-Strike do mundo.

Verdadeiros campeões

Sk Gaming 2016
Line-up da SK 2016


Graças a estes jogadores, o Counter-strike é a paixão de milhares de pessoas Brasil afora. Graças a eles sabemos que é possível sim, no esporte eletrônico, chegar no topo mesmo com todas as dificuldades e nos tornar verdadeiros campeões. 

Quero ressaltar que o que aqui neste artigo me refiro como “campeão”, não é somente um título dirigido a alguém específico ou a uma instituição. É, antes de tudo, um estado de espírito, um desejo, uma busca constante pelo triunfo e pela realização de um objetivo. Este quinteto não só representou toda uma nação como mostrou ao mundo que somos um país de campeões.

ANUNCIO - ECONOMIZE NA SUA PRIMEIRA FACA DE CSGO
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ler mais
0
Partilhar